Coro Lopes-Graça no Vox-Café

Começa a ser uma tra­di­ção de que muito nos orgu­lha­mos, este hábito que os gru­pos corais têm de fazer uma per­ni­nha no Vox-Café sem­pre que actuam no palco prin­ci­pal do salão da Voz do Ope­rá­rio. Há 15 dias foi o coro de canto alen­te­jano Almo­cre­ves, hoje foi o Coro Lopes-Graça, após a sua actu­a­ção no espec­tá­culo de home­na­gem a Ary dos San­tos.

Tra­ba­lhar ao som des­tas mara­vi­lhas é um luxo, deixem-me que vos diga.

Dia Internacional da Música

Hoje comemora-se o Dia Inter­na­ci­o­nal da Música. Sem­pre achei esqui­sito que hou­ves­sem dias inter­na­ci­o­nais disto e daquilo, mas com­pre­endo que haja neces­si­dade de aler­tar fran­jas da popu­la­ção menos aten­tas para a impor­tân­cia que uma ou outra coisa têm na cons­tru­ção da nossa huma­ni­dade. Por isso, um dia para a música não é dos que mais me choca.

Em jeito de cele­bra­ção deste dia, quero aqui colo­car o tema musi­cal que con­si­dero mais demons­tra­tivo do que é a música que eu gosto. Não se trata de ser melhor, mais bonita, mais ela­bo­rada ou mais pre­fe­rida do que mui­tas outras, é ape­nas aquela que tal­vez melhor espe­lhe os meus gos­tos musi­cais. É irre­ve­rente, tem momen­tos ines­pe­ra­dos, é melo­di­ca­mente agra­dá­vel, tem arran­jos arro­ja­dos, mis­tura magis­tral­mente ins­tru­men­tos moder­nos com clás­si­cos, é uma exce­lente pro­du­ção e, obvi­a­mente, é dos Beatles.

Outros temas que pode­riam aqui estar lis­ta­dos em repre­sen­ta­ção do meu gosto pessoal:

Queen — Bohe­mian Rhapsody

John Miles — Music

John Len­non — Imagine

Nights in White Satin — Moody Blues

Shine on You Crazy Dia­mond — Pink Floyd

 

 

Canto alentejano no Vox

No pas­sado sábado, acon­te­ceu um casa­mento VIP no Salão da Voz do Ope­rá­rio. Estava pre­visto que à che­gada dos noi­vos o grupo de canto alen­te­jano Almo­cre­ves fizesse o seu número, dando as boas vin­das aos mes­mos e aos con­vi­da­dos. Enquanto estes não che­ga­vam, o grupo esteve no Vox-Café a beber uma cer­ve­jas e a aque­cer a voz. Entre o final de uma reu­nião de cép­ti­cos e a che­gada das ban­das para o con­certo da noite, foi isto que aconteceu.

Jim Morrison, 40 anos depois

Lembrou-me a minha irmã atra­vés do Face­book que hoje se cele­bram 40 anos sobre a morte de Jim Mor­ri­son. Embora nunca tenha sido um dos meus ídolos de juven­tude, Mor­ri­son foi a con­ti­nui­dade do pro­cesso ini­ci­ado ante­ri­or­mente com Bob Dylan mas, desta vez, envolto em rock, um rock des­ca­rado, pro­vo­ca­dor, per­verso e de con­fronto que não se fechava na beleza da poe­sia. Suportava-se na sua amar­gura e revolta e gri­tava com força e com can­dura as dúvi­das, as obje­ções, as ansi­e­da­des de uma geração.

Pou­cos com tais atri­bu­tos terão vivido numa época tão pro­pí­cia ao desa­fio e à bata­lha que a arte per­mite. Pou­cos, em qual­quer época, terão tido a arte de se ati­ra­rem para a frente em busca das res­posta que uma gera­ção pro­cu­rava. Jim Mor­ri­son foi um deles. Músico, can­tor, poeta… Nunca foi um ídolo, mas era um dos ver­da­dei­ros, daque­les que se cons­truiu a si pró­prio sem espe­rar que outros o construíssem.

Top 25 Female Songs — II

Depois da lista de ante­on­tem fiquei com a sen­sa­ção que estava muita coisa em falta. Devo dizer que depois de fazer uma nova lista com outros 25 temas con­ti­nuo ainda a achar que fal­tam alguns temas. Por exem­plo, “Bette Davis Eyes”, de Kim Car­nes, ou a ico­no­grá­fica “Kids in Ame­rica”, de Kim Wilde, entre mui­tas outras! Pro­va­vel­mente, terei que ir à ter­ceira lista…

Músicas de Natal Alternativas

Uma das coi­sas mais cha­tas nesta altura do ano é a música de Natal seme­lhante à má música de ele­va­dor. Os sini­nhos, os cori­nhos e as cadên­cias pla­gais pre­vi­sí­veis são-nos impin­gi­das até à exaus­tão, claro.

Mas, músi­cas de Natal há mui­tas, meus ami­gos… Exem­plo disso são estas dez fan­tás­ti­cas músi­cas de Natal alter­na­ti­vas que aqui apre­sento. Aviso desde já que o grau de “alter­na­ti­vi­dade” vai subindo de tom, pelo que as últi­mas 2 ou 3 podem ser ofen­si­vas para o espí­rito nata­lí­cio de alguns de vós. Who cares, anyway? Mas, fica o aviso! É que a última é do South Park…

A Long, Long Way

No pas­sado mês de Março escrevi este tema que é dedi­cado à minha mulher e a mim. Enfim, dedi­cado a nós!

Por­que mere­ce­mos e por­que nos mere­ce­mos. Espero que gostem.

Audio clip: Adobe Flash Player (ver­sion 9 or above) is requi­red to play this audio clip. Down­load the latest ver­sion here. You also need to have JavaS­cript ena­bled in your browser.

Keep the Faith in You

Aqui há umas sema­nas saquei as vio­las dos sacos e o resul­tado foi este. Ainda por cima, é a minha pri­meira música des­ca­ra­da­mente ateísta. Espero que gostem.

Audio clip: Adobe Flash Player (ver­sion 9 or above) is requi­red to play this audio clip. Down­load the latest ver­sion here. You also need to have JavaS­cript ena­bled in your browser.

Have you tal­ked
To your ima­gi­nary fri­end today?
Like before,
Have you asked him to show you the way?
Why don’t you trust in some­one of flesh and blood ins­tead?
Losing time, lis­te­ning to voi­ces in your head

Con­ti­nue reading…