Helder Sanches

Sá Carneiro

No prato do gira-discos girava, se bem me lem­bro, um disco de Alan Par­sons Pro­ject. Era um dos vários que eu tinha com­prado naquele dia com o dinheiro jun­tado na vés­pera, dia do meu 15º aniversário.

Da sala, o som dos lamen­tos e excla­ma­ções de incre­di­bi­li­dade dos meus pais chamaram-me a aten­ção. Che­guei junto deles a tempo de ouvir a con­fir­ma­ção na RTP; confirmava-se a morte do 1º Minis­tro Sá Car­neiro. Com ele, mor­re­ram mui­tas das espe­ran­ças de uma gera­ção que acre­di­tava ser atra­vés dele que o país iria sobre­vi­ver às lou­cu­ras do Verão quente.

Faria hoje 72 anos se fosse vivo…

Infe­liz­mente, o pro­cesso de ave­ri­gua­ções sobre as cau­sas da queda do avião que o viti­mou é mais um exem­plo de quão ver­go­nhoso este país con­se­gue ser. Aci­dente? Aten­tado? Pelos vis­tos, nem uma coisa nem outra, a jul­gar pelas con­clu­sões oficiais!

Seja como fôr, foi pena…

Seja Social e Partilhe!

Categorias: Portugal

A Orquestra do Armagedão » « Médio Oriente em Alta

1 Comentário

  1. Sim senhor, isto está muito giro! Espero é que dês con­ti­nui­dade a esta iniciativa…senão as papas dei­xa­rão de ser papas, transformam-se em cimento-cola na lín­gua…
    Abraço

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Copyright © 2014 Helder Sanches

Tema por Anders NorenTopo ↑